buscar

Medicina Veterinária


O profissional formado é habilitado a atuar nas áreas de clínica e cirurgia de animais de companhia, clínica e cirurgia de animais de produção ou esporte e também em equipes multidisciplinares nas áreas de saúde coletiva, ecologia, saneamento ambiental e prevenção de zoonoses. Nas atividades de produção e reprodução animal, atua nas áreas zootécnicas de criação e produção de carne e leite de várias espécies, bem como tecnologia e inspeção de produtos de origem animal. Administração agropecuária e agroindustrial e controle técnico de laboratórios de medicamentos animais e fábrica de rações também são áreas de atuação do médico veterinário, dentre inúmeras outras.

O curso de Medicina Veterinária possui Fazenda Escola e moderno Hospital Veterinário onde são realizados procedimentos de ensino, pesquisa e prestação de serviços à comunidade. O curso é diurno, com duração de 5 anos.

 

Carlos Henrique Reis de Araújo Silva

Graduado em Medicina Veterinária. Universidade de Alfenas – UNIFENAS- Alfenas– MG

Mestre em Comportamento Animal Universidade Federal de Juiz de Fora- UFJF

Coordenador do Curso de Medicina Veterinária

Email: carlosreis@unipac.br

Telefone: (32) 2102-2110

 

HORÁRIO DE COORDENAÇÃO

PROF.  CARLOS HENRIQUE REIS A. SILVA –MEDICINA VETERINÁRIA

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

10:50 às 13:20

09:00 às 12:0013:00 às 16:15 09:00 às 12:0013:00 às 16:15

10:50 às 13:20

10:50 às 13:20

 

OBJETIVOS DO CURSO

O Curso de Medicina Veterinária do CENTRO UNIVESITÁRIO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS/Campus Juiz de Fora deverá formar um profissional apto a se envolver com as atividades médico veterinárias para resolver questões da área voltadas para aspectos econômicos, sociais, ambientais e políticos. O profissional deverá possuir um amplo conhecimento teórico, prático, científico e tecnológico, bem como habilidade, senso crítico e criatividade, para que possa gerar tecnologias e atender as necessidades compatíveis com as necessidades atuais, principalmente as da região, baseado nos interesses da comunidade e na integração permanente e harmoniosa entre os animais, o homem e a saúde pública.

 

GERAL

O objetivo geral do curso de Medicina Veterinária é a formação de profissionais generalistas, dentro de uma visão holística, com as habilidades e competências necessárias para atividades de prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças animais, na produção animal, tecnologia dos produtos de origem animal e saúde pública. O curso proporciona sólida formação de profissionais comprometidos eticamente com a produção e divulgação do conhecimento, comprometendo-se com as necessidades comunitárias, bem como a análise e construção da natureza e do papel social do médico veterinário.

 

ESPECÍFICOS

  • Possibilitar estudos a respeito da diversidade de questões clínicas, científico-culturais, éticas, político e sociais implicadas na atuação profissional do Médico Veterinário, capacitando-o para realizar intervenções apropriadas às diferentes demandas sociais;
  • Propiciar fundamentação teórica que permita a interpretação de sinais clínicos, exames laboratoriais e alterações morfo-funcionais;
  • Estabelecer estudos que garantam a identificação e classificação dos fatores etiológicos, a compreensão e elucidação da patogenia, bem como, a prevenção, o controle e a erradicação das doenças que acometem os animais;
  • Possibilitar estudos a respeito do diagnóstico, do prognóstico, do tratamento e de medidas profiláticas, individuais e populacionais;
  • Implementar projetos agropecuários, ambientais, nas áreas de biotecnologia da reprodução e de produtos biológicos e afins à profissão;
  • Desenvolver programas de modernas técnicas de criação, manejo, nutrição, alimentação, melhoramento genético, produção e reprodução animal;
  • Propiciar momentos de análise de aspectos teórico-práticos e éticos envolvidos no planejamento, execução, gerenciamento e avaliação de programas de saúde animal, saúde pública e de tecnologia de produtos de origem animal;
  • Realizar perícias, elaborando e interpretando laudos técnicos em todos os campos de conhecimento da Medicina Veterinária;
  • Desenvolver projetos disciplinares e multidisciplinares de atuação profissional na defesa e vigilância do ambiente e do bem-estar social;
  • Conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos.

Os objetivos do curso foram traçados considerando as demandas emanadas do mercado de trabalho, universo crescentemente exigente, buscando profissionais competentes e atentos ao acelerado processo de mudança científico-tecnológica no campo da Medicina Veterinária.  Por outro ângulo, os objetivos do Curso de Medicina Veterinária incluíram exigências de urgente inclusão de temas transversais na formação profissional do Médico Veterinário: sustentabilidade dos recursos naturais, conservação e preservação da biodiversidade, respeito à diversidade social e aos aspectos éticos e humanísticos afetos ao cidadão e ao profissional.

PERFIL DO EGRESSO

Médico Veterinário com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, apto a compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidades, com relação às atividades inerentes ao exercício profissional, no âmbito de seus campos específicos de atuação em saúde animal e clínica veterinária; saneamento ambiental e medicina veterinária preventiva, saúde pública e inspeção e tecnologia de produtos de origem animal; zootecnia, produção e reprodução animal e ecologia e proteção ao meio ambiente. Ter conhecimento dos fatos sociais, culturais e políticos da economia e da administração agropecuária e agroindustrial. Capacidade de raciocínio lógico, de observação, de interpretação e de análise de dados e informações, bem como dos conhecimentos essenciais de Medicina Veterinária, para identificação e resolução de problemas.

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais do CNE/CES, Resolução de 20 de fevereiro de 2003, as competências e habilidades se apresentam da seguinte forma:

 

Competências e Habilidades Gerais:

  • Atenção à saúde: os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;
  • Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;
  • Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;
  • Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumir posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;
  • Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativa, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a ser empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;
  • Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, proporcionando condições para que haja beneficio mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

 O médico veterinário deve estar apto, no seu âmbito profissional, a desenvolver ações voltadas à área de Ciências Agrárias no que se refere à Produção Animal, Produção de Alimentos, Saúde Animal e Proteção Ambiental.

 

Competências e Habilidades Específicas:

O Curso de Graduação em Medicina Veterinária deve assegurar, também, a formação de profissional nas áreas específicas de sua atuação: sanidade e produção animal, saúde pública, biotecnologia e preservação ambiental, com competências e habilidades específicas para:

  • Respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional;
  • Interpretar sinais clínicos, exames laboratoriais e alterações morfo-funcionais;
  • Identificar e classificar os fatores etiológicos, compreender e elucidar a patogenia, bem como, prevenir, controlar e erradicar as doenças que acometem os animais;
  • Instituir diagnóstico, prognóstico, tratamento e medidas profiláticas, individuais e populacionais;
  • Elaborar, executar e gerenciar projetos agropecuários, ambientais e afins à profissão;
  • Desenvolver, programar, orientar e aplicar as modernas técnicas de criação, manejo, nutrição, alimentação, melhoramento genético; produção e reprodução animal;
  • Planejar, executar, gerenciar e avaliar programas de saúde animal, saúde pública e de tecnologia de produtos de origem animal;
  • Executar a inspeção sanitária e tecnológica de produtos de origem animal;
  • Planejar, elaborar, executar, gerenciar e participar de projetos nas áreas de biotecnologia da reprodução e de produtos biológicos;
  • Planejar, organizar e gerenciar unidades agroindustriais;
  • Realizar perícias, elaborar e interpretar laudos técnicos em todos os campos de conhecimento da Medicina Veterinária;
  • Planejar, elaborar, executar, gerenciar, participar de projetos agropecuários e do agronegócio;
  • Relacionar-se com os diversos segmentos sociais e atuar em equipes multidisciplinares da defesa e vigilância do ambiente e do bem-estar social;
  • Exercer a profissão de forma articulada ao contexto social, entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social;
  • Conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos;
  • Assimilar as constantes mudanças conceituais e evolução tecnológica apresentadas no contexto mundial;
  • Avaliar e responder com senso crítico as informações que estão sendo oferecidas durante a graduação e no exercício profissional.

 

Clínica

Fazenda Escola

Laboratório

Laboratório de Informática

Visitas Técnicas

Matriz Curricular

MATRIZ CURRICULAR MEDICINA VETERINÁRIA_2ºSem2004

MATRIZ CURRICULAR MEDICINA VETERINÁRIA_2ºSem2010

 

HORÁRIO 2º SEMESTRE 2014

HORÁRIO OFICIAL MEDICINA VETERINÁRIA 1ºPeríodo

HORÁRIO OFICIAL MEDICINA VETERINÁRIA 2ºPeríodo

HORÁRIO OFICIAL MEDICINA VETERINÁRIA 3ºPeríodo

HORÁRIO OFICIAL MEDICINA VETERINÁRIA 4ºPeríodo

HORÁRIO OFICIAL MEDICINA VETERINÁRIA 5ºPeríodo

HORÁRIO OFICIAL MEDICINA VETERINÁRIA_6°Período

HORÁRIO OFICIAL MEDICINA VETERINÁRIA_7°Período

HORÁRIO OFICIAL MEDICINA VETERINÁRIA_8°Período

HORÁRIO OFICIAL MEDICINA VETERINÁRIA_9°Período

MEDICINA VETERINÁRIA 10ºPeríodo – ESTÁGIO SUPERVISIONADO

 

REPORTAGEM DIA 26/06/2012 – TV INTEGRAÇÃO – MGTV 1ª EDIÇÃO

PROFISSÃO S.A – PROFISSIONAIS AJUDAM NOS CUIDADOS COM ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO